Friday, October 28, 2005

As cartas da criançada...

Boas, leitor. Tenho recebido cartas de apreço considerável de muitos amiguinhos, do país todo.
Devo agradecer a atenção e desdém com que os comments são redigidos, mas os meus desprezados leitores devem saber que comecei a redigi-lo com uma premissa:

Sou, de facto, um asno, um porco, um anormal com apetite destrutivo. Escarneço (tal como o outro fratricida, Caím) para evidenciar o ridículo e por as sanguessugas de volta no pantano. Ou pelo menos irrita-las sériamente! É muito recompensador, meus inimigos.

Bom, por isto tudo, foi com muito agrado que aceito o cognome de "coneiro", que um frustrado anónimo aplicou. De facto, sou um coneiro, e agradeço à caridosa alma que teve a bondade de reparar nisso... adoro cona!

E quanto à programação do Lux, é verdade, tenho de fazer uma errata: no bar tocou o Dexter e não o Pink Boy com o Robin.... MAS estranhamente...

TUDO O QUE DISSE MANTÉM-SE... ou o registo musical não é práticamente o mesmo?!

Quanto ao nosso amiguinho de Setubal, o menino Electrobot, o tio Scar tem a dizer-lhe:
Lamento que em Setubal a coisa ande preta... mas tá preta em todo o lado! Não perca sono com o que disse, eu não passo de um homossexual reprimido. Consuma o seu querido elétró, compulsivamente, duas vezes ao dia, depois do jantar e antes de ir dormir. E não tem de agradecer a publicidade... espero que faça muito dinheiro à minha custa.

Quanto a questão sobre o que eu estou a construír com este blog, colocada por um outro petiz, moralista e conservador... tenho a dizer o seguinte:

Tou a construír muito, se quer saber. Tou a construír uma enorme verruga na nadega direita, e como estou sentado a escrever, não tenho posto o creme p'rá pele que a secará. E como tal, ando com um furúnculo, orgulhosamente, na nádega. O meu contributo é um enorme e digno furúnculo. Percebido? Ah, e construo dois enormes pedregulhos que tenho nos rins, também.

Bom, por hoje é tudo... o projecto está a correr mal, como eu planeei. Os ânimos exaltados e o ódio à flor da pele... a vida é bela. Não sei os meus assíduos leitores receberam o convite para o blog por mail, ou por sugestão, mas é bom ver que ando a espalhar tanto caos e ódio por aí!

Obrigado, continuem a escrever, que o tio lê tudo.

Scar